domingo, 1 de janeiro de 2017

POEMA DE PALETA

É tão pouco
O claro
Do que enxergo
- Imenso -
Fosse a dimensão
Mera questão de colorir
- O vento -
No inverno,
E em silêncio.

Sou preta
Azul púrpura
E rosa acetinado

Sou fúcsia
Cor de abóbora
E violeta...

Sou laranja
Verde musgo
E também sou chumbo
Se me deseja...

Mas sou cor de fundo
Se me decora
Em tua letra.
(21/03/16)

Nenhum comentário:

Postar um comentário