POEMA ESPACIAL

Há um esvaziamento
Do sol
Em rastros luminosos...

O cosmos
Opaco,
É o contraste com o passado
Essa esfera incandescente
De sorrisos.

Vultos operam milagres
Em raras presenças
- Sem expectativa -

A saudade
ainda encontra teus olhos
Em tempo de aeronaves
Na mesma galáxia
- Tão próspera -
Mas perdida.
(02/11/2015)

Comentários

MAIS