FUTURO DO PRETÉRITO

Era pra ser você
Os seus olhos
Nos meus
Penetrados
De saudade
Esse corpo
Rebuscado,
Nossa linha direta
Chamando...
                      Me atende.

Era pra ser seu
O meu corpo
Corrente
A fluir enroscado
Nos teus lábios
Era pra ser seu o cheiro
Roubado
E o meu juízo um vago
Delírio
Em dia de sol
                      Nascente.

Era pra ser tua
- A boca -
Pulsante
No beijo
Que se desencontra...
- Louca -
De tanto se perder
Ao se misturar
Às tuas luzes e sombras.

Não há sussurro prévio,
- Só essa vontade que se agiganta -
Uma pequena molécula de mim
A arranhar-me a garganta em poema
A arrepiar os meus seios
- Fruta pronta -
A ser consumida quando me tens em ti,
- E tudo teu ainda pulsa em mim -
Bem entre as coxas.
(Setembro/2014)

Comentários

MAIS