DA PRIMAVERA E DAS PRECIPITAÇÕES

Hoje
Um temporal
Contou-me
De previsões:

De como acha graça
dos que pensam
ser probabilidade
a precipitação,
E fenômeno
O curso natural
Do que é invisível.

Não me vejo
Pois o sentido que aguça
Minha sobrevivência
É a percepção do entorno:
Sou tantos
- E por muito pouco -
Nem sequer teria início.

Os que atravessam
Minha inquietude
Encontram-me em precipícios

- Não em vozes de virtude -
Mas erguida e firme
A cada tropeço.
(20/09/15)

Comentários

MAIS