terça-feira, 29 de novembro de 2016

POEMA SIMILAR

Vai...
Extrapola
Polariza cada uma das tuas incógnitas
Sufoca
Suplanta
Substitui tudo por palavra
Impermeável
Enquanto me absorve pelos poros
- Pelos olhos -
E pela falta.

Perambula por meus ouvidos
E minhas páginas
Ignora cada palavra
Capaz de mover teus verbos
À minha estática.

Dispara a esmo
O que carrega o meu cheiro
Na tua barba...

Vai...
Faz de conta que me abraça
E que o tempo não cansou
Da fé em nada.
(2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário