quarta-feira, 9 de novembro de 2016

ESTRUTURALISMO

O amor
É um dom
Não domínio
É o contorno macio
Dos lábios sem cor
A recortar alumínio...

O amor é um signo
A estrutura no abismo
O que apaga a estrada
E improvisa o destino.

O amor
É um domingo
A sós no Arpoador
Até o sol 
        ir sumindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário