RÉPLICA

Não me fale de ausências
As tive todas
Tolas e completas.

Não me fale do compromisso
De meus direitos adquiridos nos teus
- Lascivos -

Não me fale dos sorrisos
De quem te espera
Do trem, da terra
Incalculada nesse meu ventre de distância.

Não me fale das reentrâncias
Da superfície parodiada do teu medo
Não me exponha ao veneno
- Fascínio -
Se não pretendes me expurgar tal teu antídoto.

Não me fale dos riscos
Se ao te escrever já te vivo
Há meses, em pré-âmbulo.

Não me fale de teus motivos
Se não puder ouvir o ridículo...

Eu nem ao menos sei
Porque
Ou se
           Te amo...


É possível?

Comentários

MAIS