SOBRE_VIVA

Hei de entender
Que nem toda minúcia
Haverá algum dia
De ser percebida.

Aborreço-me com a mítica premissa
De que o poeta guarda em si
A desvelada ótica da vida.

Eu vivo à deriva
Mas me atraco como um bravo sábio
A precisar a maré
Imprecisa.

E quer saber?
Não precisa!
O detalhe é uma nau de resgaste
A alçar o bote que me traz à vida!

Comentários

MAIS