Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

POEMA DE BERÇO

DO REVÉS E DA ESPERA

MAIS DO MENOS

HASTA LA VISTA, BABE!

EXTRA_TÉGIA

ANUNCIAÇÃO

AUTÓPSIA

STEREO

DOS VÍCIOS E PROBABILIDADES

DA VERBORRAGIA CALCULISTA

SUSTENTO

ANTES SÓ

MIM-GUANTE

DA DEGRADAÇÃO NATURAL DO AMOR

PROCLAMAÇÃO DA RÉ PÚBLICA

CRIA TUA

AVULSA

E O VENTO LEVOU - poema sem medo de não soar original

DA LIMITAÇÃO AO ABRANGER OBVIEDADES

RETALHOS

POEMA A VAPOR

DEZ EM UM