SALTO TRIPLO

Eu parti
Com dois golpes de ponte aérea nos braços
E a partir daí
- Do ar -
Foi quase inevitável não abstrair as asas
E me arremeter em queda livre.

Comentários

  1. Amei irmã!!!

    Tô querendo partir e a apartir de agora, cair nos braços da felicidade!
    Voar em queda livre com minhas asas abstratas...
    Uhhhhhhhhh

    Mônica Parreiras

    ResponderExcluir
  2. Poetisa,

    Aqui o céu arrebata.

    Todo teu trabalho aqui se entrelinha de beleza e talento.

    Parabéns.

    .
    .
    .
    Katyuscia

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS