PRECISÃO

Ando precisando voar...
Voo livre, não queda brusca
Breve, sem breque no ar
Ultraleve que salve o peso das asas de poeta
Na lua onde a sombra repousa
O voo solo de artista.

Comentários

  1. Adorei querida Naty. Te entendo perfeitamente e seu poema tem a ver com a nossa conversinha de sábado pelas calçadas do leblon. :)

    ResponderExcluir
  2. Sei bem que tipo de voo você está precisando voar!
    ha ha ha Danadinha!
    Mas, você sabe que sempre dei força para este voo!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS