PONTO DE CORTE

O grande gesto poético
Está no porvir da palavra
Quando acende o sentido
No expresso milésimo de segundo
E se faísca tempo.

Não antes do verbete que se alastra
mas entre seu vigor e seu efeito,
entre o recuo e o traço feito
entre o peito aberto
e o que cede à adaga.

Comentários

MAIS