POEMA DE BLOCO

Um bloco é pouco
No deglutir incorro
A degustar o gozo
ante o final.

Um bloco em branco
Tempo de nada é pouco
Poema do beco é banco
E eu do poeta,
Sou só um jogral.

Comentários

MAIS