RIO PRÉ-MEDITADO

O punho prevê a reticência do submeter-se
Inclina-se ao bom grado das proposições obscenas de meus tantos circuitos de alma espiralada e de sangue contido...

Vertido
Ter tido
Sangue
Ainda que não o tenha sabido ao cedê-la,
Pedida
Pedido me foi ao perdê-la!

O punho que te pragueja
E apedreja
Repousa em teu mito e sucumbe às leis de teu universo imaculado
Em tantas letras de sacros e imperfeitos risos
Eu Rio... Apenas.
Não ladro.

Comentários

  1. Imaculado é seu verso. Universo de versos imaculados. Eu rio com suas rimas no decurso do seu rio de versos. Eu ladro como um cão chamando a atenção para todos os lados, ...venham todos conhecer esses versos falados.

    Luiz pai da Natália

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS