TEMOR CONCRETISTA

Todo poema que iludida minha cabeça começa
Ela mesmo termina
Em milésimos de segundos e sem rima
Por perceber na pressa
A fragilidade estética que a bolina.

Comentários

MAIS