ALFORRIA

Livrei a dádiva da maldição de acometer-se de amor.
Pobre e vã!

Mas a ponta da saia estava amarrada ao pé da cadeira de balanço sob o pé de abissal.

Comentários

MAIS