Postagens

Mostrando postagens de 2009

RECREIO

TUA

ABALO CÍSMICO NO COSMOS*

NECRO-CELULOSE

EVASÃO

DESTINATÁRIO

VIDE-VERSO

LIMBO LIMPO

SONATA INSONE JÁ INSANDECIDA

RESPOSTA

REFERENCIAL APARENTE

HERESIA

AFÔNICA

ABRIGO

BÚSSOLA

MUSA EU

GERAÇÃO ESPONTANEA

POEMA DE MOTIVO TORPE

POEMA DE ONTEM

QUINTO ELEMENTO

POEMA SEM QUERER

GATO DE BOTAS

CONTO DE USINA

SOUVENIR

PRECISÃO

PRECE

SUBJETIVO

POEMA PLANADOR

ANTROPOMÓRFICO

AO LEITOR

POEMA DE EFEITO CERTO

ARTIFÍCIO

SUJEITO OCULTO

PRAGA

POEMA ILUMINISTA

ORAÇÃO À SANTA NINGUÉM

AVARIA

DE UM GRANDE POETA

POEMA MASCOTE

VOO SOLO

POEMA DE CADERNO

QUINZE PRAS NOVE

SEM MANGAS

A CURVA DA CHUVA

FIXAÇÃO PRIMEIRA (a chico buarque)

POEMA-DE-LEI (para meu pai)

PONTO DE CORTE

ATALHO

POEMA DE BLOCO

JOGO DOS ERROS

TENTATIVA-e-ERRO

HIATO CRIATIVO

POEMA MÚLTIPLO

ORLA

ISSO TUDO

ATEMPORAL

ESTRATAGEMA DO ESTRAGO

PRESENTE DE GREGO

MISERÁ_VIL

BEM-VINDO

ADENDO

FÓRCEPS

REGISTRO DE PASSAGEM - uma exceção dirigida

RIO PRÉ-MEDITADO

BRINDE AO PÓSTUMO

POEMA INTER_MINADO

POEMA ALHEIO

PLEITO

PRÓ-CRIAÇÃO

MAR-VENENO

OUTRA

TATO HEI

RÉSTIA

CÁLICE - como jamais diria Chico

RÉ-COMEÇO

GESTAÇÃO

DESERTOR

ALFORRIA

SAUVIGNON

A POÉTICA E O TEMPO DO INTRANSFERÍVEL

TRANS_LÚCIDA

MORDAÇA

AFAGO NA LIRA

ASPIRANTE

PÃO-DE-PEDRA

SUSSURRO

SOBREVÔO

SINTAGMA

RE_INCIDENTE

LITURGIA

FEMININA

MARCO

CASULO

DIAGONAL

POEMA DE BERÇO

TERRA À VISTA

LÂNGUIDA

POEMA-ÂNCORA

LEI SECA

TEMOR CONCRETISTA

SÊ MEADO

DERIVA

ALVO-ALÍVIO

POEMA INTERINO

TRANSCENDENTE

A VOLTA DE GENI

AUTO_BIO_GRAFIA

TERCEIRO OLHO

AMBI-VALENTE

POEMA COITADO

BENÇÃO AO PÓSTUMO

LIQUIDEZ CARMIM

ININHADA